ptenfrdeitrues

XIX ENCONTRO da UNIÃO MAÇÓNICA DO MEDITERRÂNEO, organizado pela Maçonaria Portuguesa.

 

Vai realizar-se nos próximos dias 12 e 13 de Abril, em Lisboa,  o XIX Encontro da UNIÃO MAÇÓNICA DO MEDITERRANEO.
Esta reunião decorrerá durante dois dias, sendo que na Sexta-feira, dia 12 de abril, haverá a oportunidade de abrir ao publico em geral, entre as 15 ás 18h30, com uma conferencia cujo tema é: A Maçonaria em Portugal bem como a exposições de livros, peças e jóias maçónicas.
 
Trata-se de um importante encontro anual das principais Obediências Maçónicas da Bacia do Mediterraneo, nomeadamente do Medio Oriente, Norte de Africa e Europa. 
 
A responsabilidade desta reunião cabe à Grande Loja Simbólica de Portugal  e à Grande Loja Simbólica da Lusitania.
 
Estas duas Obediências Portuguesas são reconhecidas pelo Grande Oriente de França (maior Obediencia Maçonica da Maçonaria Liberal) e pertencem às principais Organizações Maçónicas Mundiais, nomeadamente CLIPSAS, AME - Aliança Maçônica Europeia e UMM - União Maçónica do Mediterrâneo.
 
Para os interessados, a pré inscrição deverá ser feita através do mail: ummlisboa2019@gmail.com
 
Flyer UMM -  XIXe Rencontre de L´UNIONE MASSONICA DEL MEDITERRANEO Grande Loja Simbólica de Portugal Grande Loja Simbólica da Lusitania .jpg
 

A Maçonaria Feminina em Portugal

 Maçonaria Feminina, Maçonaria.jpeg 

A Maçonaria feminina em Portugal está representada pela Grande Loja Feminina de Portugal e pela Grande Loja Simbolica da Lusitania. 

A Grande Loja Simbolica da Lusitânia instalou o Rito Memphis Misraim na Via Feminina e Mista em Portugal e trabalham com as cartas patentes do Grande Oreinte de França ( a maior Obediencia Maçonica da Maçonaria Liberal). A Grande Loja Feminina de Portugal trabalha com as cartas patentes da Grande Loja Feminina de França.

As duas Obediencias maçonicas portuguesas são membros das principais organizações maçónicas internacionais: a AME - Aliança Maçónica Europeia e UMM - União Maçónica do Mediterraneo.

XV Symposium Internacional de História de la Masoneria Espanhola, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa

XV Symposium Internacional de História de la Masoneria Espanhola,Fundação Calouste Gulbenkian, Maçonaria, Grande Loja Simbólica de Portugal .jpg

O Centro de Estudios Históricos de la Masonería Española (CEHME), realizou pela primeira vez, em Portugal, o XV Symposium Internacional de História de la Masoneria Espanhola, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, que decorreu no passados dias 11 a 13 de outubro 2018.

Estas reuniões foram iniciadas em 1983, por iniciativa do CEHME e ocorrem de três em três anos. O CEHME é constituído por professores e investigadores, vindos de todo o mundo, na sua maioria não maçons, que estudam a Maçonaria nas suas múltiplas vertentes,

Durante três dias foram abordados 8 temas: Mitos; Antimaçonaria e Repressão; Maçonaria e Igreja; Maçonaria Nacional, Regional e Local; Relações Internacionais; Maçonaria e Transversalidade; Biografias; Fontes, Arquivos e Metodologias.

O Symposium era aberto ao publico em geral e contou com a presença dos maçons portugueses das três Obediencias Maçonicas nacionais: Grande Oriente Lusitano, Grande Loja Legal de Portugal e Grande Loja Simbólica de Portugal.

Francisco Grandella, o visionário, o humanista e o maçom.

Portugal Culto e Oculto - A Maçonaria

 

A RTP realizou um programa sobre a Maçonaria, numa série de 10 episódios sobre a espiritualidade, denominada Portugal Culto e Oculto, na RTP2,  abordando algumas das ordens iniciaticas e religiosas existentes em Portugal.

O historiador João Rodil e a jornalista Rita Saldanha, percorreram a Maçonaria em Portugal, salientando a riqueza simbólica da reconstrução da Baixa de Lisboa pós-terramoto com a influencia maçonica de Marquês de Pombal, a Cervejaria Trindade e os seua maginificoa azulejos maçónicos, a Quinta da Regaleira, em Sintra, com a sua profunda carga espiritual numa vertente maçonica.

Portugal Culto e Oculto - Maçonaria

 

 

Colóquio organizado pela AME-Aliança Maçónica Europeia, no Parlamento Europeu, em Bruxelas

 AME.jpg

Vai realizar-se o Coloquio sobre a Igualdade, organizado pela AME-Aliança Maçónica Europeia,  no Parlamento Europeu, em Bruxelas, no proximo dia 5 de setembro.

Como oradores vão estar: Thierry Cornillet, Deputado Europeu; Louis Michel, Ministro de Estado; Marc Menschaert, presidente da AME-Aliança Maçónica Europeia; Victor Neumann, professor de historia contemporanea da Europa Central e Oriental; Cristian Pirivulescu, politologo e professor universitario; Santiago José Castella Surribas, professor de Direito publico; Kati Verstrepen, presidente da Liga voor Mensenrechten (Belgica); Gabriele Eder, historiadora e Grã Mestre do Grande Oriente da Austria; Philippe Foussier, jornalista politico, past Grão Mestre do Grande Oriente de França.

Como representante português na Direcção da AME-Aliança Maçónica Europeia, estará Pedro Rangel, Past Grão Mestre da Grande Loja Simbólica de Portugal.

Coloquio Aliança Maçónica Europeia.jpgColoquio Aliança Maçónica Europeia1.jpg

 

 

 

Jean-Philippe HUBSCH foi eleito o novo Grão-Mestre do Grande Oriente de França

Jean-Philippe HUBSCH, GODF, maçonaria.jpg

Jean-Philippe HUBSCH foi eleito o novo Grão-Mestre do Grande Oriente de França (GODF), no passado dia 25 de agosto de 2018, com 31 votos em 37 dos Conselheiros federais do GODF, no ultimo Convent, realizado em Paris.

Como representantes da Maçonaria portuguesa estiveram presentes o GOLGrande Loja Simbólica da Lusitânia e Grande Loja Simbólica de Portugal.

Tem 56 anos, casado, Jean-Philippe Hubsch é natural de Thionville (Mosela) e é licenciado pela Universidade de Nancy II, em Ciencia Politica de Paris.

É professor na Universidade de Lorraine e empresario na ares seguradora. Foi assistente parlamentar da Assembléia Nacional de 1983 a 1986. Anteriormente, presidiu a RPR de Meurthe-et-Moselle.

Iniciado em 26 de maio de 1992 na Loja dos  Amigos da Verdade , no leste de Metz, Jean-Philippe Hubsch tornou-se Mestre Maçom em 6 de janeiro de 1995. 

Foi sucessivamente Venerável Mestre da sua Loja (2005-2008), presidente do Congresso Regional (2007-2008), Presidente do Convent 2008 em Lyon, membro da Comissão do Orçamento do Convent (2010-2012), então assessor e Presidente da Câmara Suprema de Justiça Maçónica (2012-2015). 

Entrou no Conselho da Ordem em 2017, bem como o Delegado Regional Champagne-Ardenne-Alsace Lorraine e das Lojas do GODF da Alemanha.

O Grande Oriente da França é a maior Obediência Maçónica mundial da corrente liberal, possui mais de 52 mil membros no final de 2017. 

Em Portugal, possui ligações institucionais com o GOL, Grande Loja Simbólica da Lusitânia e Grande Loja Simbólica de Portugal.