ptenfrdeitrues

Colóquio organizado pela AME-Aliança Maçónica Europeia, no Parlamento Europeu, em Bruxelas

 AME.jpg

Vai realizar-se o Coloquio sobre a Igualdade, organizado pela AME-Aliança Maçónica Europeia,  no Parlamento Europeu, em Bruxelas, no proximo dia 5 de setembro.

Como oradores vão estar: Thierry Cornillet, Deputado Europeu; Louis Michel, Ministro de Estado; Marc Menschaert, presidente da AME-Aliança Maçónica Europeia; Victor Neumann, professor de historia contemporanea da Europa Central e Oriental; Cristian Pirivulescu, politologo e professor universitario; Santiago José Castella Surribas, professor de Direito publico; Kati Verstrepen, presidente da Liga voor Mensenrechten (Belgica); Gabriele Eder, historiadora e Grã Mestre do Grande Oriente da Austria; Philippe Foussier, jornalista politico, past Grão Mestre do Grande Oriente de França.

Como representante português na Direcção da AME-Aliança Maçónica Europeia, estará Pedro Rangel, Past Grão Mestre da Grande Loja Simbólica de Portugal.

Coloquio Aliança Maçónica Europeia.jpgColoquio Aliança Maçónica Europeia1.jpg

 

 

 

Jean-Philippe HUBSCH foi eleito o novo Grão-Mestre do Grande Oriente de França

Jean-Philippe HUBSCH, GODF, maçonaria.jpg

Jean-Philippe HUBSCH foi eleito o novo Grão-Mestre do Grande Oriente de França (GODF), no passado dia 25 de agosto de 2018, com 31 votos em 37 dos Conselheiros federais do GODF, no ultimo Convent, realizado em Paris.

Como representantes da Maçonaria portuguesa estiveram presentes o GOLGrande Loja Simbólica da Lusitânia e Grande Loja Simbólica de Portugal.

Tem 56 anos, casado, Jean-Philippe Hubsch é natural de Thionville (Mosela) e é licenciado pela Universidade de Nancy II, em Ciencia Politica de Paris.

É professor na Universidade de Lorraine e empresario na ares seguradora. Foi assistente parlamentar da Assembléia Nacional de 1983 a 1986. Anteriormente, presidiu a RPR de Meurthe-et-Moselle.

Iniciado em 26 de maio de 1992 na Loja dos  Amigos da Verdade , no leste de Metz, Jean-Philippe Hubsch tornou-se Mestre Maçom em 6 de janeiro de 1995. 

Foi sucessivamente Venerável Mestre da sua Loja (2005-2008), presidente do Congresso Regional (2007-2008), Presidente do Convent 2008 em Lyon, membro da Comissão do Orçamento do Convent (2010-2012), então assessor e Presidente da Câmara Suprema de Justiça Maçónica (2012-2015). 

Entrou no Conselho da Ordem em 2017, bem como o Delegado Regional Champagne-Ardenne-Alsace Lorraine e das Lojas do GODF da Alemanha.

O Grande Oriente da França é a maior Obediência Maçónica mundial da corrente liberal, possui mais de 52 mil membros no final de 2017. 

Em Portugal, possui ligações institucionais com o GOL, Grande Loja Simbólica da Lusitânia e Grande Loja Simbólica de Portugal.

 

Armindo Soares, ganhou a primeira volta das eleições da Grande Loja Legal/Regular de Portugal

Maçonaria_gllp_Grande_Loja_Legal_de_Portugal.jpg Segunda volta nas eleiçoes para Grão Mestre da Grande Loja Legal/Regular de Portugal.

Armindo Soares foi o vencedor da primeira volta das eleições da Grande Loja Legal/Regular de Portugal, que decorreu no dia 23 de junho 2018.

Em segundo lugar, ficou José da Motta Veiga, que disputará a segunda volta com Armindo Soares, no dia 7 de julho 2018.

Jose Moreno e Anibal Bento ficaram em terceiro e quarto lugar respetivamente.

 

Antonio Arnaut, Past Grão Mestre do G.O.L. partiu para Oriente Eterno

 

Antonio Arnaut, Maçonaria.jpg  Antonio Arnaut 1936-2018

Antonio Arnaut, nasceu em Penela, Coimbra em 1936. Foi advogado, politico, poeta e escritor. 

Foi Ministro dos Assuntos Sociais do II Governo Constitucional, 1978, liderado por Mário Soares, tendo criado o Serviço Nacional de Saúde.

Foi Membro da Loja Redenção, Or.´. de Coimbra e Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano de 2002 a 2005.

Ao longo da sua vida maçónica, foi Inspector do Conselho da Ordem para a Região Centro, Membro do Grande Tribunal Maçónico, entre outras funções.

Recebeu a Ordem Maçónica Hipolito Jose da Costa, grau Ouro.

Eleições na Grande Loja Legal de Portugal.

Maçonaria, gllp, Grande Loja Legal de Portugal.jpg Eleições na Grande Loja Legal de Portugal.

Irão decorrer no dia 25 de maio de 2018, as eleições para Grão Mestre da Grande Loja Legal de Portugal. 

Nesta eleição apresentam-se quatro candidatos: 

Armindo Azevedo, membro da Loja Vasco da Gama, advogado e presidente dos Parques Tejo;

José Moreno, foi grão-mestre da Grande Loja Legal de Portugal entre 2010 e 2014, é membro da Loja Mercurio, é advogado e gestor;

José da Motta Veiga, é membro da Loja Andersen, é advogado;

Aníbal Bento, é membro da Loja Europa, é economista.

Esta Obediência Maçónica portuguesa da via maçónica masculina, foi criada em 1996. com o apoio da Grande Loja Nacional Francesa (terceira obediencia maçónica em França), representando a maçonaria regular em Portugal.

Francisco Grandella, o visionário, o humanista e o maçom.

Armindo Azevedo, novo Grão Mestre da Grande Loja Regular/Legal de Portugal.

 

Grande Loja Legal Portugal.jpg   

Armindo Azevedo venceu a segunda volta nas eleições para Grão Mestre da Grande Loja Regular/Legal de Portugal, com 61% dos votos contra Motta Veiga.

É membro da Loja Vasco da Gama, tendo fundado varias Lojas, nomeadamente em Cabo Verde.

Foi administrador da Parques Tejo e da Fundação “O Século”.  

A Grande Loja Regular/Legal de Portugal é actualmente, a maior Obediência Maçónica portuguesa masculina, reconhecida pela Grande Loja Unida de Inglaterra.

O panorama maçónico português é composto pela Grande Loja Regular/Legal de PortugalGrande Oriente Lusitano e Grande Loja Simbólica de Portugal.

Armindo Azevedo tomará posse em 22 de setembro, com o inicio dos trabalhos maçõnicos em Portugal.

 

Tomada de Posse do novo Grão Mestre da Grande Loja Simbólica de Portugal, Filipe Bruno.

Grande Loja Simbólica de Portugal.jpg

Filipe Bruno, tomou posse o Grão Mestre da Grande Loja Simbólica de Portugal, no passado dia 19 de maio de 2018 (e.v.) a Or. de Lisboa, na 25ª Sessão de Grande Loja, na presença de mais de duas dezenas de Obediências Maçónicas europeias e americanas. Também estiveram o CLIPSAS (maior Organização Maçónica a nível mundial) e CIMAS (Maior Organização Maçónica Americana).

O Grande Chanceler do Grande Oriente de França, como representante da maior Obediência maçónica europeia, reforçou o apoio á Grande Loja Simbólica de Portugal, manifestando a sólida ligação institucional e fraternal que ligam as duas Obediências Maçónicas europeias. 

O novo Grão Mestre da Grande Loja Simbólica de Portugal, Filipe Bruno, tem 44 anos e é empresário na área da saude.

Foi iniciado na Resp.´. Loja Phoenix, Or.´. de Lisboa ( a primeira Loja maçónica a trabalhar o Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim, em Portugal). Foi M.´.V.´.pelo Tr.´. Seshey, a Or.´. de Aveiro. 

Exerceu varias funções como Grande Oficial da Grande Loja Simbólica de Portugal, nomeadamente, Grande Mestre de Cerimonias, Grande Tesoureiro e Grande Chanceler.

Foi o Director do Primeiro Salão do Livro Maçónico, realizado em Portugal, em maio de 2017, nas Comemorações dos 300 anos da Maçonaria.

É membro da Grande Ordem Egípcia - Altos Graus do Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim, em Portugal.

A Grande Loja Simbólica de Portugal é a terceira Obediência Maçónica portuguesa da via masculina. Foi criada em 21 de maio de 2011 (e.v.) no Palácio do Grande Oriente Lusitano. Instalou o Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim, em Portugal (um dos rito maçónicos mais espiritualistas no seio da maçonaria mundial). As Lojas Maçónicas da Grande Loja Simbólica de Portugal, trabalham com as cartas patentes do Grande Oriente de França. 

A Grande Loja Simbólica de Portugal é reconhecida pelas principais Obediências maçónicas e é membro das principais Obediências Maçónicas Internacionais, nomeadamente AME - Aliança Maçónica Europeia, CLIPSAS e União Maçónica do Mediterrâneo.

Portugal vai acolher o próximo encontro da União Maçónica do Mediterrâneo, em Lisboa.

images.jpg 

Portugal vai acolher o próximo encontro da União Maçónica do Mediterrâneo, em Lisboa.

No decorrer do XVIII Encontro da UMM União Maçónica do Mediterrâneo, em Roma, Itália realizado no passado 12 a 14 de abril de 2018, organizado pela Grande Loja de Itália, foram eleitos para a organização do proximo encontro da UMM, a Grande Loja Simbólica de Portugal e a Grande Loja Simbólica da Lusitania.

Este ano, o tema foi Os desafios da Europa do Mediterrâneo para o futuro. 

Estiveram presentes as principais Obediências Europeias, do Médio Oriente e do Norte de África, nomeadamente: Italia, França, Portugal, Espanha, Albania, Libano, Grécia, Marrocos, Turquia.

A Maçonaria portuguesa esteve representada pelo Grande Oriente Lusitano, Grande Loja Simbólica de Portugal e pela Grande Loja Simbólica da Lusitania.

O encontro decorreu no Palácio da Santa Chiara e no Palácio Maçónico da Grande Loja de Italia, em Roma.

A UMM - União Maçónica para o Mediterrâneo, foi fundada por iniciativa da Grande Loja da Itália com o objectivo de conhecer e discutir as

raízes comuns das principais Obediências Maçónicas Liberais dos países de cultura mediterrânea ou mediterrânea, nomeadamente Sul da Europa,

Médio Oriente e Norte de África. 

Em novembro de 2009, com a aprovação da Declaração Conjunta, os membros da Obediência comprometeram-se a tomar medidas concretas em favor das jovens gerações dos países mediterrâneos, sobre os quais se espera um futuro de compreensão e solidariedade entre os povos do Mediterrâneo. A criação de um prémio para apoiar projectos ao serviço do diálogo intercultural é um excelente exemplo.

É uma organização maçónica internacional de grande prestigio no seio da Maçonaria Mundial.

Todos os anos, a União Maçónica do Mediterrâneo organiza um colóquio num país das trinta Obediências Maçónicas, membros da UMM. 

Paro o ano, será a vez da Maçonaria portuguesa ser a anfitriã da União Maçónica do Mediterrâneo, através da Grande Loja Simbólica de Portugal e da Grande Loja Simbólica da Lusitania, prestigiando Portugal nos fóruns maçónicos internacionais.