ptenfrdeitrues

Conferência “O Processo Iniciático e o Compromisso Humanista”, por Philippe Foussier, Past Grão-Mestre do Grande Oriente de França. Organizado pela Grande Loja Simbólica da Lusitania - Maçonaria Mista Portuguesa

11 Conferencia - Philippe Foussier - Grande Loja Simbólica da Lusitania .jpg

Dia 20 de janeiro, pelas 21h00

Conferência online “O Processo Iniciático e o Compromisso Humanista”, por Philippe Foussier

Evento organizado pela Grande Loja Simbólica da Lusitânia – Maçonaria Mista Portuguesa

Novo ano, nova conferência online integrada no Ciclo de Conferências da Maçonaria Portuguesa, organizado pela Grande Loja Simbólica de Portugal e Grande Loja Simbólica da Lusitânia, que decorre no próximo dia 20 de janeiro, pelas 21h00.

Esta 11ª Conferência do referido Ciclo conta com a preleção de Philippe Foussier, Past Grão-Mestre do Grande Oriente de França (GODF), e é dedicada ao tema “O Processo Iniciático e o Compromisso Humanista”.

Philippe Foussier é jornalista independente, tendo sido freelancer durante alguns meses. Foi Editor-Chefe do “Communes de France”, um periódico destinado a eleitos locais, entre 1995 e 2017. Maçom há mais de 25 de anos, foi Grão-Mestre do Grande Oriente de França (GODF) em 2017.

image.jpeg

Sobre o Grande Oriente de França, ao “La Depeche.Fr”, Foussier salienta que esta “intervém no debate social e ao contrário de outras que se reservam e não se expressam publicamente”. 

Já sobre a Maçonaria, e ao mesmo órgão, refere que “é um espaço em que homens e mulheres passam algumas horas por mês para refletir e tentar melhorar o homem e a sociedade”, onde “existem notários, médicos, mas também desempregados. A mistura social é muito forte. A Maçonaria não é um acelerador de carreira”. Ao “Le Trois”, o Past Grão-Mestre do GODF afirma que a Maçonaria “oferece aos seus membros uma abordagem iniciática e pessoal, mas que ganha sentido num coletivo comprometido com o serviço do humanismo, do universalismo, das lutas pela República, do laicismo, do progresso social e científico, justiça, dignidade e direitos iguais. Até porque é composta por mulheres e homens com sensibilidades filosóficas, espirituais e políticas variadas, a Maçonaria não é, nem uma igreja, nem um partido político, mas tenta situar-se a montante da política para afirmar uma série de princípios aos quais todos os Maçons se referem”.

Para assistir à Conferência, seguir o link: https://rebrand.ly/grandeconferencia .