ptenfrdeitrues

Portugal vai acolher o próximo encontro da União Maçónica do Mediterrâneo, em Lisboa.

images.jpg 

Portugal vai acolher o próximo encontro da União Maçónica do Mediterrâneo, em Lisboa.

No decorrer do XVIII Encontro da UMM União Maçónica do Mediterrâneo, em Roma, Itália realizado no passado 12 a 14 de abril de 2018, organizado pela Grande Loja de Itália, foram eleitos para a organização do proximo encontro da UMM, a Grande Loja Simbólica de Portugal e a Grande Loja Simbólica da Lusitania.

Este ano, o tema foi Os desafios da Europa do Mediterrâneo para o futuro. 

Estiveram presentes as principais Obediências Europeias, do Médio Oriente e do Norte de África, nomeadamente: Italia, França, Portugal, Espanha, Albania, Libano, Grécia, Marrocos, Turquia.

A Maçonaria portuguesa esteve representada pelo Grande Oriente Lusitano, Grande Loja Simbólica de Portugal e pela Grande Loja Simbólica da Lusitania.

O encontro decorreu no Palácio da Santa Chiara e no Palácio Maçónico da Grande Loja de Italia, em Roma.

A UMM - União Maçónica para o Mediterrâneo, foi fundada por iniciativa da Grande Loja da Itália com o objectivo de conhecer e discutir as

raízes comuns das principais Obediências Maçónicas Liberais dos países de cultura mediterrânea ou mediterrânea, nomeadamente Sul da Europa,

Médio Oriente e Norte de África. 

Em novembro de 2009, com a aprovação da Declaração Conjunta, os membros da Obediência comprometeram-se a tomar medidas concretas em favor das jovens gerações dos países mediterrâneos, sobre os quais se espera um futuro de compreensão e solidariedade entre os povos do Mediterrâneo. A criação de um prémio para apoiar projectos ao serviço do diálogo intercultural é um excelente exemplo.

É uma organização maçónica internacional de grande prestigio no seio da Maçonaria Mundial.

Todos os anos, a União Maçónica do Mediterrâneo organiza um colóquio num país das trinta Obediências Maçónicas, membros da UMM. 

Paro o ano, será a vez da Maçonaria portuguesa ser a anfitriã da União Maçónica do Mediterrâneo, através da Grande Loja Simbólica de Portugal e da Grande Loja Simbólica da Lusitania, prestigiando Portugal nos fóruns maçónicos internacionais.