ptenfrdeitrues

Foi eleito o novo Grão Mestre da GLF

Realizou-se no passado 16 de Junho o Convent da Grande Loja de França. Foi eleito, Grão Mestre da GLF, Marc Henry. A Grande Loja de França é a segunda maior obediência francesa, possuindo mais de 34 mil membros.

 

Lançamento do Abecedário Simbiotico

Foi lançado em Portugal, o Abecedário Simbiotico, dedicado à Maçonaria, pelo professor catedrático Adelino Maltez.


Estiveram presentes no lançamento do livro, o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, o Presidente do CLIPSAS, o Presidente da Grande Loja Simbolica de Portugal de Memphis Misraim, alem de outras individualidade da vida maçónica portuguesa.


Coube a apresentação do livro, a Paulo Teixeira Pinto, ex presidente do BCP Millenium e antigo destacado membro da Opus Dei em Portugal

Criação do Instituto Português de Estudos Maçónicos

Vai ser criado o Instituto Português de Estudos Maçónicos. Este Instituto pertence ao Grande Oriente Lusitano e deverá ser instalado no bairro da Graça.

“Vai ser uma escola de valores e de princípios que é necessário aprofundar... “O Instituto dará um conhecimento mais pedagógico à sociedade do que é a maçonaria”, e vai promover cursos, publicações e conferências, disse Fernando Lima, Grão Mestre do GOL. Este tipo de instituição é comum em organizações maçónicas da França, Bélgica ou Estados Unidos


Esta obediência possui cerca de 2000 membros distribuídos por cerca de 90 lojas em todo o país.  Fernando Lima afirma que o GOL “não é uma instituição de massas”. “Interessa-nos a qualidade”, confessa, recusando que intervenha como um lobing  na sociedade. "A nossa pedra de toque é a liberdade de consciência”.

Entrevista com José Moreno (Jornal Sol)

JOSÉ Moreno, advogado e antigo assessor de Manuela Ferreira Leite no Ministério das Finanças, é, desde Setembro, o novo grão-mestre da Grande Loja Legal de Portugal (GLLP) - a maçonaria regular que, só no último ano, ganhou 500 membros. Fundador da Loja Mercúrio, uma das mais mediáticas por contar com Isaltino Morais, tem como vices do seu cargo dois dirigentes activos do PS. Aos 58 anos, o mais novo dos grão-mestres diz-se preocupado com a falta de verdade dos políticos quanto à gravidade da crise que se vive no país e defende um governo de coligação.

Como novo grão-mestre pretende trazer algo de novo para a maçonaria regular portuguesa?

A maçonaria é uma instituição muito antiga. E cada grão-mestre não pode influir muito nisso. Mas devemos estar atentos à sociedade. O grão-mestre não é um ditador e deve interpretar o sentir dos seus irmãos. Mas gostaria que déssemos um bocadinho mais de abertura à sociedade civil.

 

Continue a leitura