ptenfrdeitrues

Jornadas Históricas de Seia discutem “Maçonaria, Sociedade e Política”


As XI Jornadas Históricas de Seia, organizadas pelo Arquivo Municipal, vão debater este ano o tema “Maçonaria, Sociedade e Política: Uma Visão Histórica”.
As sessões de trabalho decorrem no auditório do Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), nos dias 14 e 15 de Novembro, e trazem a Seia várias personalidades, nomeadamente António Reis, António Arnaut, Salvato Telles de Menezes, António Lopes, Maria Belo, Alfredo Caldeira, Feliciana Ferreira, Martim Guia, António Ventura e Frei Bento Domingues.
Coordenadas por Fernando Catroga, professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, as Jornadas têm início às 10 horas do dia 14, logo se seguindo as intervenções de Salvato Telles de Menezes, administrador delegado da Fundação D. Luís I, sobre “Maçonaria: As origens”, e de António Lopes, director do Museu Maçónico Grande Oriente Lusitano (GOL), que apresentará “A maçonaria portuguesa – das origens ao triunfo do liberalismo”. Após o almoço, Fernando Catroga, da Universidade de Coimbra, falará sobre “Maçonaria e a política (séc. XIX/XX)”, Maria Belo, ex-professora da Universidade Nova de Lisboa, fará a apresentação das “Consequências políticas da acção da maçonaria feminina” e Alfredo Caldeira, da Fundação Mário Soares, apresentará “Maçonaria durante a ditadura e o Estado-Novo”. As últimas intervenções do dia decorrerão no âmbito de uma mesa-redonda onde marcarão presença António Reis, Grão Mestre, que falará sobre a “Maçonaria do Grande Oriente Lusitano”, Feliciana Ferreira, Grão Mestre, que abordará a “Maçonaria feminina”, e Martim Guia, Grão Mestre, que apresentará “Maçonaria regular”.
No sábado, dia 15, as intervenções começam às 9h30, com o tema “Maçonaria em Seia”, por António Ventura, da Universidade de Lisboa, seguindo-se “Maçonaria e a questão religiosa”, por Frei Bento Domingues, do Instituto São Tomás de Aquino. A última conferência será proferida pelo antigo Grão Mestre do GOL, António Arnaut, que falará sobre “Maçonaria e os direitos humanos”. O encerramento dos trabalhos está previsto para as 11h30, seguindo-se um almoço oferecido pelo Município de Seia a todos os participantes inscritos.
As Jornadas contam com a creditação do Conselho Cientifico Pedagógico de Formação Contínua (CCPFC), e concedem 6 créditos para efeitos de progressão na carreira docente. A participação nas XI Jornadas Históricas tem um custo de dez euros, podendo as inscrições ser realizadas por telefone – 238 081392 – ou através do e-mail arquivomunicipal@cm-seia.pt
No âmbito do programa das Jornadas terá ainda lugar, na Casa Municipal da Cultura, na noite do dia 14 de Novembro, e a partir das 21h30, o concerto “Flauta Mágica, Abertura”, de Amadeus Mozart, executado pela Orquestra Sinfónica do Norte.